Alagoas teve 21 mil casos de dengue e 18 mil de chikungunya em 2016

Casos de dengue diminuíram e de chikungunya subiram em relação a 2015. Boletim da Sesau também aponta mais de 8 mil casos de zika.

Alagoas registrou 21.940 casos de dengue e 18.132 de chikungunya em 2016. Já os casos prováveis de zika chegaram a 8.026. Os dados estão em boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde de Alagoas (Sesau).

O boletim aponta que houve uma redução no número de casos de dengue com relação ao ano de 2015, que teve 37.050 casos. Já com relação a chikungunya e zika houve um aumento no ano retrasado. Foram 979 casos de chikungunya e 272 de zika.

Apesar da redução dos casos de dengue no estado, Maceió apresentou um aumento. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no ano passado foram notificados 4.773 casos na capital, enquanto em 2015, foram 3.748. Houve queda nos casos da doença com sinal de alarme e graves.

O levantamento mostra que em 2016 foram 8 casos de dengue com sinal de alarme, contra 54 em 2015. Com relação aos casos graves, no ano passado foram registrados dois e, no ano anterior, oito.

g1

12/01/2017