Autoridades aprovam indicação de novo secretário de Segurança Pública do Estado

posse-3-696x463
Integrantes de corporações e instituições públicas destacam que o coronel Lima Júnior é uma unanimidade dentro da Segurança Pública e que terá condições de dar continuidade ao excelente trabalho do antigo secretário. (Foto: Emerson Lima)

A Segurança Pública não é um trabalho unicamente das polícias, mas um conjunto de setores que forma um sistema que deve trabalhar harmonicamente para satisfazer a população, ocasionando bem-estar à sociedade. O trabalho desenvolvido em todo o Estado tem mudado o cenário da Segurança Pública de Alagoas e dado a esperança de dias melhores aos alagoanos.

Autoridades locais aprovaram o nome do coronel Lima Júnior para assumir o comando da pasta, e apostaram que ele dará continuidade ao trabalho desenvolvido pelo ex-secretário Alfredo Gaspar. A transmissão do cargo foi realizada no Palácio República dos Palmares, nesta segunda-feira (28).

Paulo Cerqueira, delegado-geral da Polícia Civil, também garantiu que não tem dúvidas que o coronel Lima Júnior é o melhor nome que o governador pôde escolher para assumir a Secretaria, tendo em vista que dará continuidade ao trabalho realizado pelo Dr. Alfredo Gaspar, de redução de criminalidade e crimes violentos.

“A Polícia Civil atualmente é uma instituição madura e recebe muito bem o nome do coronel Lima Júnior para a Segurança Pública alagoana”, disse.

Na ocasião, o procurador-geral de Justiça e chefe do Ministério Público do Estado, Sérgio Jucá, lamentou a saída do ex-secretário Alfredo Gaspar da pasta, mas afirmou estar feliz por acreditar que quem vai assumir o cargo de secretário é um dos homens mais qualificados de Alagoas.

“O coronel Lima Junior é um oficial de muito prestígio no âmbito da tropa e reúne todas as qualidades e virtudes necessárias para o desempenho da função, que exige muito do cidadão. Ele não estará isolado no comando da pasta, porque ao lado dele estará o MPE dando todo o apoio necessário como fez na gestão do ex-secretário”, afirmou Sergio Jucá.

Ele ressaltou ainda que o pensamento de todos que fazem parte do MPE, é que o Estado tenha justiça, paz e tranquilidade. “Todos estão imbuídos do mesmo propósito para lutar e dar continuidade a redução do índice de violência em Alagoas”, declarou procurador-geral de justiça.

Representando o Legislativo alagoano, o deputado estadual Luiz Dantas, presidente da Assembleia Legislativa do Estado, declarou que a expectativa para o novo secretário é boa, e que a pasta está sendo entregue em boas mãos e será bem conduzida.

“A gestão do governador Renan Filho com o Dr. Alfredo Gaspar escolheu a pessoa certa para que dê sequência ao trabalho já iniciado. Tenho certeza que dará certo e que a Secretaria estará muito bem entregue ao coronel Lima Júnior, com o mesmo espírito que vinha sendo conduzida pelo ex-secretário”, expôs Luiz Dantas.

O diretor-geral da Perícia Oficial do Estado, Manoel Melo, explicou que a saída do Dr. Alfredo Gaspar é um fato que os alagoanos devem lamentar, mas que foi necessária e, sendo assim, garantiu que não haveria nome melhor para a substituição. “A Segurança Pública não pode ser feita só com polícia, os outros indicadores sociais têm que está bem. Tenho certeza que o novo nome vai combater com maestria a marginalidade”, ressaltou.

O presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg), Maurício Breda, enfatizou que o nome do coronel Lima Júnior é uma unanimidade dentro da Segurança Pública, e que terá condições de dar continuidade ao excelente trabalho do antigo secretário, onde as responsabilidades são muitas, os desafios imensos, mas com o apoio e a integração de todas as instituições haverá de chegar, ao lado do governador Renan Filho, a violência extirpada em Alagoas.
“O objetivo principal é trazer sempre a diminuição da violência no Estado como um todo, atacando principalmente as polícias, que está fortalecida desde quando Renan Filho assumiu o Governo do Estado dando total apoio a pasta, e o coronel Lima Júnior tem o dever de dar prosseguimento a esta missão”, disse Maurício Breda.

No Corpo de Bombeiros, a expectativa não é diferente. O comandante-geral, coronel Adriano Amaral, afirmou que a filosofia de trabalho que será utilizada pelo novo secretário, coronel Lima Junior, não muda. “Ele já entende nossa política de trabalho, nós acreditamos que será mantida, e continuaremos recebendo apoio, assim como recebíamos do Dr. Alfredo Gaspar”, explicou comandante.

Já para o desembargador Washington Luiz, presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, o coronel Lima Júnior é um militar de escola, é um homem maduro, que já esteve em inúmeros cargos da Segurança Pública, inclusive no comando da Polícia Militar. “A expectativa é que ele continue dando prosseguimento ao trabalho que foi implementado pelo Dr. Alfredo Gaspar”, concluiu.

Agência Alagoas