Com Hospital da Mulher e UPAs, Governo moderniza rede de saúde pública de Alagoas

Com a proximidade do final de 2019, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) fecha esse ciclo com avanços inéditos na saúde pública. Por meio de recursos próprios foram investidos mais de R$ 50 milhões para assegurar a abertura de um novo hospital, duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e ampliar o acesso da população a consultas, exames e cirurgias especializadas.

Assim que assumiu a gestão da Saúde Alagoas, no final de fevereiro deste ano, o secretário Alexandre Ayres tratou de disponibilizar aos municípios alagoanos R$ 18 milhões em medicamentos por meio do programa Dose Certa, contribuindo efetivamente para o fortalecimento da Atenção Básica.

Posteriormente, o programa Remédio em Casa se tornou uma realidade, garantindo a entrega domiciliar de medicamentos de alto custo a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O programa tem a capacidade de atender a oito mil pessoas em Maceió, e, até o final deste ano, está contemplando mais de três mil pessoas.

Modernização da rede – A reestruturação da rede hospitalar em Alagoas teve início com a entrega do Hospital da Mulher, localizado no bairro Poço, em Maceió. O secretário Alexandre Ayres destaca que foram destinados, em recursos próprios do Governo de Alagoas, R$ 30 milhões para a construção, além de R$ 8 milhões em equipamentos. O hospital possui 127 leitos e capacidade para realizar seis mil atendimentos por mês e mais de 200 partos.

O secretário Alexandre Ayres lembra que o Hospital da Mulher representa um marco histórico em Alagoas, sendo o primeiro hospital público inaugurado em Maceió nos últimos 40 anos. “Uma realização da administração Renan Filho que marca o compromisso em assegurar que a mulher alagoana tenha a sua disposição uma unidade moderna e eficiente”, reforçou.

A unidade hospitalar já atendeu mais de 2.760 pacientes com consultas especializadas, no ambulatório LGBT, com classificação de risco e, também, por meio da realização de 478 partos, sendo 283 normais e 196 cesáreos.

Pré-Hospitalar – Por meio das UPAs já inauguradas em Maceió, nos bairros Jacintinho e Tabuleiro do Martins, a população ganhou mais opções para atendimentos de urgência pré-hospitalar. “Construídas pelo Governo do Estado, as duas unidades têm capacidade para atender 10.500 pacientes por mês, contribuindo para desafogar o Hospital Geral do Estado. Estão à disposição os serviços de pediatria, clínica geral, ortopedia e odontologia, divididas em seis consultórios médicos, em 19 leitos, sendo 15 de observação e quatro de urgência”, destacou Alexandre Ayres.

Lançado no mês de novembro e iniciado em sua primeira etapa no último dia 5, o programa Mutirão de Cirurgias é outro marco da Saúde Alagoas. Com uma meta de realizar cinco mil cirurgias, o programa beneficia crianças, adultos e idosos que necessitam de cirurgias para retirada de hérnias, pedras na vesícula e remoção do útero em casos de mioma.

A primeira etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas contemplou 235 mulheres com procedimentos cirúrgicos no Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira. Deste total, foram 101 colecistectomias (retirada da vesícula biliar), 77 histerectomias (retirada do útero) e 57 cirurgias de hérnias.

“Esse esforço vai diminuir a fila para procedimentos cirúrgicos em Alagoas e foi organizado de uma forma que o paciente realize todos os exames pré-operatórios no mesmo local e já saia com sua cirurgia agendada”, explicou o secretário.

Nas ações desenvolvidas pela Sesau como parte do programa Vida Nova nas Grotas, mantido pelo Governo do Estado para atender comunidades carentes da capital, a Sesau realizou 19.899 atendimentos no período de julho a dezembro deste ano. O programa disponibiliza vacinas, testes de glicemia e de infecções sexualmente transmissíveis, verificação de pressão arterial e orientações sobre saúde bucal e outras doenças, além de aconselhamento psicológico.

Mais saúde em 2020 – E em 2020, a Sesau prepara ainda mais novidades com a inauguração do Hospital Metropolitano, no primeiro semestre, e Hospital de Porto Calvo, no segundo semestre do próximo ano. Ainda estão em obras os hospitais da Zona da Mata, em União dos Palmares, e do Alto Sertão, localizado em Delmiro Gouveia. Também consta no planejamento da Saúde Alagoas a assinatura das ordens de serviços para construção de mais duas UPAs, sendo uma na Chã da Jaqueira, em Maceió, além da autorização para início das obras do Hospital da Criança.

“A gestão do governador Renan Filho realiza o maior investimento em estruturação e ampliação da rede de assistência de toda a história alagoana. Com isso essa gestão, que já esta marcada como aquela que trouxe de volta a segurança aos alagoanos, será também a raiz de um legado inédito para a saúde”, reforçou Alexandre Ayres.

30/12/2019