Com opções de lazer ao ar livre, orla de Maceió é um resort urbano

Além de gastronomia excelente, as belezas das praias também podem ser aproveitadas com stand up paddle, windsurf, kitesurf e mergulho

0a785842d1965ae62a9e8464b55ef971_L
Além da beleza de sua orla, Maceió oferece excelente gastronomia e um delicioso mergulho em suas águas mornas ri­quíssimas em piscinas naturais, recifes e naufrágios

Ora em tons azul-turquesa, ora verde esmeralda, a cidade de Maceió oferece aos seus hóspedes algumas das praias urbanas mais interessantes do litoral Nordeste. O grande convite da cidade é degustar a vida ao ar livre, se render aos sabores do mar e das lagoas celebrados na cozinha alagoana e explorar seu lado esportista inspirado por visu­ais arrebatadores. Ao todo, são 40 km de orla repletos de vida, onde uma infraestrutura robusta se harmoniza com os cenários naturais.

 

COMIDAMAC

 

As três principais enseadas – Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca  -, ocupam 6 km da orla emoldurada por extensos coqueirais que balançam ao sabor de uma constante brisa. Do calçadão, equipado com ciclovia, barracas, jardins e quadras esportivas, contempla­-se um constante vaivém de jangadas brancas. São elas que levam os visitantes para as piscinas cristalinas formadas por recifes na Pajuçara ou em Ipioca. Durante o passeio, sobra tempo para mergulhar entre peixes coloridos, curtir o visual urbano da cidade ou apreciar um drink das jangadas-bar. As velas do windsurf e pipas de kitesurf também completam o visual que mescla uma cena cosmopolita com ares paradisíacos.

Quem busca sossego vai ser bem servido no norte: Pratagy e Riacho Doce são pouco movimentadas e perfeitas para o dolce far niente. Já os que preferem aproveitar a estadia para conhecer a cidade de perspectivas nada convencionais, têm opções de esportes radicais e, também, tranquilos. Uma simples pedalada pela orla desloca o olhar para uma imersão entre as areais brancas e os tons de azul da praia, já que a ciclovia muitas vezes sai do movimentado eixo do calçadão a beira mar, para locais muitos próximos da areia, por entre o coqueiral da cidade.

 

Aventure-se

Ao todo são 40 quilômetros de praias com águas mornas, calmas e transparentes, cercadas por uma areia dourada e pelos lindos coqueirais que inspiram a prática de di­versas atividades de aventura. Como as enseadas são dotadas de diferentes característi­cas de ondas e vento, a cidade tem potencial para o surf, o stand up paddle, o windsurf, o kitesurf, o mergulho além de uma orla perfeita para pedal e a corrida. Há ainda possibi­lidade de fazer uma aula de SUPpilates (pilates na prancha de surfe, remar pela lagoa do Mundaú e mergulhar em naufrágios.

 

 

MERGULHOMACEIO_02

 

Capital do mergulho

A cidade de Maceió tem mergulhos de praia (sem necessidade de embarcação) ri­quíssimos em piscinas naturais, recifes e naufrágios. Em muitos dos pontos da Ponta Verde e da Pajuçara, é possível contemplar uma vida marinha exuberante apenas com o snorkel (mergulho sem cilindro). Para o mergulho autônomo, a visibilidade passa dos 20 metros e a temperatura é tão agradável (cerca de 30 graus) que o neoprene é dispensável. Entre os habitantes mais comuns destas águas estão tartarugas, meros, arraias e diversos tipos de moreias que se concentram em pontos como os cabeços e o Eufrásio (recife de corais com formato triangular a 6 milhas da costa).

Camila Fróis e Morena Melo – Agência Alagoas

(Visited 106 times, 1 visits today)