Comoção marca enterro de PM na Baixada Fluminense

Comoção marca enterro de PM na Baixada Fluminense

O clima de comoção marcou o enterro do sargento da Polícia Militar Cristiano Anunciação Macedo, de 40 anos, nesta segunda-feira, no Cemitério Vila Rosali, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. A viúva do agente, Jaqueline, passou mal durante a cerimônia e teve que ser carregada. Um colega de farda, identificado como Nascimento, também se emociou bastante.

Cristiano era lotado no 15º (Duque de Caxias) e foi o 10º PM morto nos primeiros dias de 2017 em todo o Estado do Rio. Ele estava na corporação havia 18 anos. Neste sábado, uma manifestação na Praia de Copacabana alertou para a violência da qual policiais vêm sendo alvo. Na areia foram colocadas cruzes que simbolizavam os agentes mortos em serviço.

Briga na saída de festa

O crime ocorreu por volta das 5h deste domingo, em Coelho da Rocha, distrito de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Além do PM, também foi morto na ocasião Wallace dos Santos Pires. Joyce Kelly de Jesus Dias, de 20 anos, foi baleada e socorrida no Posto de Atendimento Médico (PAM) de Meriti.

Ela contou a policiais do 21º BPM (São João de Meriti) que o sargento discutiu com outro homem na saída de uma festa no Fazenda Futebol Clube. Wallace tentou intervir e o homem que batia boca com Cristiano atirou. A investigação das mortes do sargento e de Wallace está com a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

extra
16/01/2017