Cuidado! Confira dicas para não se iludir com amores virtuais

bm90aWNpYXMvMTM1MzAwX2ltYWdlbV9jaGFtYWRhLmpwZw

Da mesma forma que os aplicativos de encontros ajudam os tímidos, aqueles que não tem tempo de conhecer outra pessoa ou aqueles que pensam ser esta a sua última salvação, não ir com tanta sede ao pote é fundamental. Afinal, tem quem diga que amor de carne osso não é igual ao amor virtual. Confira abaixo nove dicas de como não se iludir com os amores dos aplicativos:

1. Cuide de você – Viciar-se em apps de encontro pode ser prejudicial à sua autoestima. Lembre-se que porta afora de sua casa existe um mundo imenso de possibilidades. Não restrinja-se aquilo, ao qual parece ser fácil ou a ser sua “última chance”. Tudo acontece dentro do seu tempo, e não quando você quer.

2. Não invente histórias – O erro mais comum nas conversas de aplicativos é inventar uma história que não existe. Não tenha medo de dizer o que gosta, prefere e quer em um relacionamento. Quando um não quer, dois não fazem. E, acima de tudo, se alguém for gostar de você, tem que ser por quem é de verdade, não um personagem. Não deu certo de primeira? A fila anda. Próximo match, por favor!

3. Não mande prints da conversa a amigos – Quando o bate-papo evoluir e vocês forem para o WhatsApp, Skype, Hangout ou Messenger do Facebook, tome cuidado ao dar aquele print fofo no que a pessoa escreveu para enviar aos seus amigos. O risco de  errar a janela da conversa e mandar a ele ou a ela, é gigante. Depois, não tem desculpa que dê certo. Sem contar o mico!

4. Eu te amo? – Seja um dia, uma semana ou um mês. Não importa o tempo, só não caia na carência de se declarar e dizer aquelas três palavrinhas nada mágicas. Neste caso, você assustará a outra pessoa.  Quando se conhecerem pessoalmente e perceberem que é real e honesto o que sentem, aí será outra história. Dê tempo ao tempo.

5. Cuidado com as cobranças – Visualizou e não te respondeu no WhatsApp? Então, acalme-se. Tudo, absolutamente tudo tem uma justificativa. Não é necessário cobranças por algo que ainda está no começo. Parece desculpa esfarrapada dizer que “está sem tempo”, mas na correria do dia a dia, isso é mais comum do que se pode pensar.

6. Encontros verdadeiros – Até certo ponto, trocar mensagens é algo divertido. Contudo, com o tempo passa ser monótono e deixa a relação mais fria. Quando sentir-se seguro e pronto, convide a pessoa com quem conversa tanto para sair. Lembre-se de que o ‘não’ já é garantido. Busque o sim.

iBahia