Dilma expressa pesar pela morte de Teori: sério e íntegro

Ministro do STF morto nesta quinta foi indicado pela petista

A ex-presidente Dilma Rousseff divulgou uma nota lamentando a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, vítima de um acidente aéreo ocorrido nesta quinta-feira (19).

“É com imenso pesar que recebo a notícia da trágica morte do ministro Teori Zavascki. Hoje perdemos um grande brasileiro. Como juiz e cidadão, Teori se consagrou como um intelectual do Direito, zeloso das leis e da Justiça. Tive o privilégio de indicá-lo para ministro do Supremo Tribunal Federal, com ampla aprovação do Senado. Desempenhou esta função com destemor como um homem sério e íntegro. Lamento a dor da família e dos amigos, recebam meus sentimentos de pesar e respeito”, escreveu a ex-mandatária.

Indicado por Dilma para sentar na mais alta corte do país em 2012, Teori era relator dos processos da Operação Lava Jato no STF. Além disso, em outubro passado, negou um pedido da própria ex-presidente para suspender a condenação no Senado que levou a seu impeachment.

Segundo o ex-ministro, uma intervenção desse nível do Judiciário no Legislativo traria “instabilidade” ao Brasil.

Acidente

A aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com quatro pessoas a bordo. O Corpo de Bombeiros informou que o avião caiu no mar, próximo à Ilha Rasa, e está parcialmente submerso.

Na hora do acidente, chovia forte em Paraty e a região estava em estágio de atenção. A aeronave pertence a Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras.

terra

19/01/2017