Enfermeiros do Samu recebem treinamento sobre atendimento pré-hospitalar

Os profissionais de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Central Maceió passaram por uma atualização sobre atendimento pré-hospitalar avançado. A primeira turma finalizou a capacitação, promovida pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Samu Maceió, nesta quarta-feira (28).

Enfermeiros que trabalham nas Bases Descentralizadas da capital, localizadas nos bairros Serraria, Farol e Trapiche, junto aos coordenadores das 16 Bases Descentralizadas reguladas pelo Samu Maceió, participaram dos dois dias de treinamento.

Segundo Arnon Alves, coordenador do NEP do Samu Maceió, a atualização é baseada nas novas diretrizes da 8ª edição do curso de PHTLS (Prehospital Trauma Life Support ou Suporte Pré-Hospitalar de Vida no Trauma), principal programa utilizado nessa área da medicina.

“Além dos temas avançados que são abordados no PHTLS, a capacitação foi pensada, tanto os enfermeiros da assistência como os da supervisão, adaptando para a nossa realidade no âmbito do Sistema Único de Saúde, com assuntos como a normatização das urgências e os princípios da regulação médica estabelecidos no Samu”, destacou o coordenador.

Durante a capacitação, os enfermeiros do Samu Maceió viram assuntos como traumas de medula, tórax, abdômen e cranioencefálico, controle de via aérea e ventilação, avaliação inicial de paciente vítima de trauma.

Para Karla Gonzaga, enfermeira e instrutora do NEP do Samu Maceió, houve mudanças significativas nas diretrizes de atendimento ao trauma. Com esse treinamento, os socorristas terão um mesmo nível de conhecimento teórico e prático.

“Para a equipe de enfermagem ficar nesse mesmo patamar, desenvolvemos treinamentos práticos, com técnicas de imobilização e transporte, reanimação cardiopulmonar, retirada rápida de veículos, com a utilização do dispositivo K.E.D., liberação de via aérea. Todas as áreas em que enfermeiro precisa estar qualificado e habilitado para oferecer um atendimento eficiente para a população”, ressaltou a enfermeira.

Simulações Práticas – Os enfermeiros socorristas ainda passaram por simulações práticas, que abordaram acidentes de múltiplas vítimas, onde eles puderam colocar os conhecimentos teóricos e práticos a prova. As encenações foram divididas em quatro estações, envolvendo vítimas de queda de altura, colisão automobilística com vítimas presas às ferragens, queda da própria altura e caso clínico, onde a paciente enfartou, ao descer as escadas.

Entre os 20 socorristas que estiveram presente à capacitação, estava o enfermeiro Alexandre Souza, que está no Samu desde 2015 e faz parte da equipe do Serviço Aeromédico. Segundo o profissional, as atualizações são importantes para ter um maior conhecimento sobre as mudanças que ocorrem nos protocolos de atendimento pré-hospitalar.

“Com esse treinamento conseguimos ter novas experiências e compartilhar situações que já vivenciamos, fazendo uma troca muito produtiva com os instrutores e os outros colegas da capital e do interior. Foi importante saber os novos protocolos na parte teórica e, o mais valioso, foi o simulado, realizado para reduzir possíveis sequelas nas vítimas e garantir uma melhor sobreviva para os pacientes”, afirmou o enfermeiro.

Uma segunda turma, composta por 27 enfermeiros, também passará pelo mesmo treinamento nos dias 10 e 11 de abril, no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Samu Maceió.

Ascom – 29/03/2018

(Visited 1 times, 1 visits today)