Fiscais do IMA monitoram tráfego de veículos na praia do Gunga

71fcabf30fa6a7bd30515ce686621c7e_L
Fiscais registraram fiscalização. Foto: fiscais do IMA

Uma equipe de fiscais do Instituto do Meio Ambiente (IMA) esteve na Praia do Gunga, Litoral Sul de Alagoas, no último sábado, para monitorar, à paisana, o tráfego de automóveis na faixa de areia. Na ocasião, todos os veículos encontrados no local atendiam às exigências legais instituídas pelo IMA.

 

Em fevereiro deste ano, em operação integrada comandada pelo órgão ambiental, dezenas de veículos, entre eles quadriciclos, bugres e caminhonetes tipo pau de arara, foram apreendidos no Gunga por dano aos ecossistemas costeiros.

 

Além da apreensão, os responsáveis tiveram que pagar multa e assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a apresentar um projeto de recuperação da vegetação e sinalizar a proibição do tráfego irregular com placas que deverão ser instaladas em diversos locais da praia.

 

Segundo Ricardo César, coordenador de Gerenciamento Costeiro do IMA, após estudos feitos por especialistas e acordo assinado para ordenar a atividade, garantindo a preservação ambiental, um novo local foi escolhido para a realização dos passeios.

 

“Como se trata de uma área pós-praia, não encontramos vegetações e espécies de fauna que possam ser prejudicados pela atividade”, disse Ricardo, explicando ainda que o local escolhido é uma antiga estrada vicinal.

 

Placas de sinalização

No mês de abril, técnicos do IMA começaram a instalar placas que proíbem o tráfego de veículos na faixa de areia da costa alagoana. Foram escolhidos pontos estratégicos em toda zona costeira do Estado, onde há mais incidência da atividade ilegal.

 

Algumas placas já foram instaladas nas praias da Barra de São Miguel, Gunga e Francês. No dia 7 de abril, equipes do órgão sinalizarão as praias do Litoral Norte, como parte da programação do Governo Presente. O objetivo é coibir a atividade que coloca em risco não só os usuários das praias, mas a biota local.

Elayne Pontual – Agência Alagoas