Grupo cria calendário ilustrado para celebrar as diversas formas de amor

Profissionais abordam temas como homossexualidade e deficiência física. Projeto colaborativo está disponível para download gratuito na internet.

Para celebrar todas as formas de amor, um grupo formado por publicitário, designer e ilustradores que vivem em Maceió lançou este ano o projeto ‘Amor nas Diversidades’, que resultou em um calendário ilustrado disponibilizado gratuitamente na internet.

Idealizado pelo publicitário Juliano Henrique, o calendário conta mês a mês com ilustrações do amor entre pessoas do mesmo sexo, deficientes físicos, idosos e questões de amor com o próprio corpo, que envolve desde crianças trans a obesos, e modificação corporal.

“Nosso objetivo com a temática deste calendário é mostrar que o amor é diferente para cada pessoa. Que existe amor de todas as formas e que ele precisa ser respeitado do jeito que ele é”, expõe Juliano.

Co-autor do projeto ‘Amor nas Diversidades’, o designer Jeroan Herculano explica que o calendário é disponibilizado gratuitamente porque ele foi construído a partir de parcerias.

“Fizemos chamados nas redes sociais convidando ilustradores a colaborarem com a ideia. No começo, eles não sabiam nem mesmo o que seria o projeto, mas sim, que colaborariam com ilustrações”, afirma Herculano.

Depois de reunida a equipe, cada um recebeu a tarefa de desenhar os diferentes tipos de amor. “A contrapartida de cada um foi a inclusão do nome de todos em um projeto criativo e de visibilidade compartilhada”, completa.

Na divisão do trabalho, Juliano Henrique ficou responsável pela diagramação e layout do calendário. Jeroan Herculano, produção e desenho da letra (lettering). As ilustrações mês a mês ficou a cargo dos ilustradores Gabriel Batista (janeiro – Criança Trans – e setembro – Deficientes Físicos), Cesar Filho (fevereiro – Poliamor – e junho – Gays), Monique Carla (março – Mulheres – e outubro – Idosos), Janaina Araujo (abril – Gorda – e agosto – Lésbicas), João Felipe (maio – Modificação Corporal – e dezembro – família) e Marcelo Câmara (julho – Drag – e novembro – Negros).

Juliano Henrique explica ainda que a ideia surgiu quando ele procurou um calendário impresso para usar e não conseguiu encontrar um com imagens interessantes.

A partir daí, ele convidou o amigo Jeroan Herculano para desenvolver o marca mês colaborativo.

“Assim, acabei produzindo em 2016 meu próprio calendário e distribuí com alguns amigos, sem nenhuma pretensão”, relembra Henrique.

O calendário fez sucesso. “Já em dezembro do ano passado, muita gente já estava perguntando se haveria calendário. Foi quando decidi tocar o projeto com o Jeroan de uma forma diferente, fazendo em 2017 algo mais temático e numa concepção mais colaborativa. O que acabou dando certo!”, completa.

g1

22/01/2017

(Visited 1 times, 1 visits today)