Hospital Geral do Estado realiza mais de 700 transfusões por mês

Agência transfusional da unidade hospitalar garante o acompanhamento das transfusões

TRANF2 (1)

Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue, a agência transfusional do Hospital Geral do Estado (HGE), responsável por todo o aporte de sangue necessário para abastecer os pacientes da unidade hospitalar, garante o total abastecimento e as práticas hemoterápicas da instituição.

A unidade hospitalar realiza, aproximadamente, 750 transfusões por mês. O HGE cumpre a resolução da diretoria colegiada 153, da Anvisa, que determina que instituições com intervenções cirúrgicas de grande porte ou que efetuem mais de 60 cirurgias por mês devem contar com uma agência transfusional.

Idalécio Saraçol Pereira, farmacêutico, explicou que através da agência a segurança transfusional e o uso dos hemocomponentes são otimizados.

Ele esclareceu, detalhadamente, a prática hemoterápica no HGE e os benefícios de uma agência transfusional intra-hospitalar.

“Nós recebemos a solicitação de transfusão, juntamente com uma amostra do sangue do paciente, que é coletado pelo serviço de enfermagem do hospital. A partir dessa amostra, a agência transfusional classifica o sangue do paciente, se é A, B ou O, negativo ou positivo. Feito isso, é escolhido o hemocomponente, realizada a prova de compatibilidade e encaminhada a bolsa para a enfermagem que fará a infusão no paciente”, explicitou o profissional.

Segundo ele, a agência transfusional do HGE regula o suporte hemoterápico, tais como transfusões de concentrados de hemácias, plaquetas e plasma aos pacientes internados no hospital Geral e que necessitem destes hemocomponentes. “Garantimos a segurança dos procedimentos transfusionais, desde a coleta do sangue até a transfusão sanguínea, considerando a saúde do doador e a do paciente que recebe o sangue”, completou.

Neide Brandão – Agência Alagoas.