Jorge Jesus não garante ficar no Flamengo: ‘Não sei se vou continuar depois de maio’

Em entrevista ao canal “CMTV”, de Portugal, o técnico Jorge Jesus, falou da sua permanência no Flamengo . Depois de um ano vencedor com os títulos da Copa Libertadores e do Brasileirão, o treinador voltou a afirmar que vai cumprir seu contrato até 31 de maio, mas que não sabe se ficará ou não depois disso.

Na entrevista, o treinador lembrou que pode sair a qualquer momento do Rubro-Negro, já que tem uma cláusula no contrato que o libera.

– Não sei se vou continuar depois de maio, até maio eu vou continuar, isso tenho certeza quase absoluta. Só se aparecer um Real Madrid e chegar ao Flamengo, ao presidente, e dizer que quer me comprar. Daí não podemos dizer nada porque se eu quiser sair, eu posso sair, tenho uma cláusula de rescisão e saio quando quiser– disse o técnico, que continuou.

– O Flamengo também pode, se quiser, me mandar embora amanhã e não pagar nada. Se eu sair, tenho que pagar alguma coisa, mas não é muito. A forma como as pessoas no Flamengo me trataram, como o amor que eles demonstraram a mim, isso é muito importante, isso é uma segurança para minha decisão até maio.

Comparação de Reinier

Na mesma entrevista, o técnico disse que deu oportunidades para Reinier brilhar no Flamengo na temporada passada e passar a ser cobiçado por clubes europeus. Mas o que o treinador confidenciou agora é que utilizou o atacante João Félix, eleito o “Golden Boy de 2019” para incentivar a joia rubro-negra.

Jorge Jesus elogiou o jovem do Atlético de Madrid e assumiu que já “utilizou” o jovem para moldar Reinier.

– Do pouco que conheço está ali um talento, que vai ser um craque. É um jovem equilibrado, se tiver um treinador que passe a explicar o talento que tem. Gostava de ter esse papel, claro. Com o Reinier, por exemplo, perguntei-lhe se conhecia o João Félix. Disse-lhe que o João tem um estilo parecido, mas que ele tem coisas melhor do que o João, como por exemplo a capacidade de finalização. Mas também lhe disse “você não sabes driblar, e ele (João) sabe”. Comecei a comparar as coisas e ajudá-lo a melhorar – afirmou o treinador.

06/01/2020