Lavanderia é autuada por jogar roupas contaminadas em lixão de Messias

Autuação foi feita na quarta (8); empresa era investigada desde setembro. De acordo com o IMA, multas aplicadas chegam a R$ 41 mil.

Uma lavanderia industrial foi autuada por descarte irregular de roupas contaminadas de hospitais no lixão do município de Messias, região Metropolitana de Maceió. De acordo com o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o local também funcionava sem licença. Somadas, as duas multas aplicadas chegam a R$ 41 mil.

A autuação foi feita na quarta-feira (18), após denúncias recebidas pelo órgão. Desde o mês de setembro a lavanderia vinha sendo investigada.

Ainda segundo o IMA, a empresa tinha contrato com vários hospitais de Alagoaspara lavar roupas que sujaram durante procedimentos médicos. Elas deveriam ser enviadas para uma empresa certificada e autorizada a dar uma destinação correta. A lavanderia, no entanto, jogava esses materiais em uma vala aberta no lixão.

“Ainda não temos indícios de que as roupas contaminadas eram levadas para outros lixões”, afirma Erni Ferrari, gerente de Monitoramento e Fiscalização do IMA.

Ferrari explica também que durante a fiscalização os representantes da empresa apresentaram uma licença ambiental que teria sido expedida pela Prefeitura de Maceió, além de um certificado de recolhimento por uma empresa contratada irregularmente. O instituto explicou que, como a empresa recebia roupas de hospitais de todo o estado, ela só poderia opera com licença do IMA.

“Os indícios mostram que a quantidade de resíduos declarados e enviados para a empresa contratada era inferior ao recebido e descartado. Temos provas, inclusive, de que as roupas eram descartadas no lixão”, diz Ferrari.

A lavanderia recebeu prazo de 20 dias para apresentar defesa e cópia do processo. As informações serão encaminhadas para o Ministério Público (MP-AL).

g1

20/01/2017

 

(Visited 1 times, 1 visits today)