Morre estudante de medicina vítima de batida a caminho da formatura

Estudante de medicina estava no carro com os pais; mãe morreu na colisão.  Jovem estava internada em Salvador e morreu na noite de sábado (21).

A estudante de medicina que havia sobrevivido ao acidente que deixou duas mulheres e uma criança de 11 anos mortas na BR-324, próximo de Tanquinho, morreu no sábado (21), após 13 dias hospitalizada em decorrência da colisão entre dois carros. A jovem estava acompanhada dos pais, e viajava para a formatura de medicina, que seria realizada em Petrolina (PE).

A vítima havia sido socorrida inicialmente para Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, mas foi transferida para um hospital na capital baiana, onde estava internada no momento da morte. Amigos e parentes da jovem chegaram a promover uma campanha pedindo doações de sangue para a estudante.

A Universidade Federal do Vale do São Franciso (Univasf) lamentou a morte da estudante e divulgou uma nota de pesar na manhã deste domingo (22). O pai da jovem segue hospitalizado em Feira de Santana, mas o estado de saúde dele não foi divulgado. A mãe da vítima morreu ainda no local do acidente.

Acidente
Três pessoas morreram, sendo elas duas mulheres e uma criança de 11 anos, e outras quatro ficaram feridas após dois carros colidirem frontalmente na BR-324, próximo ao município de Tanquinho, a cerca de 210 quilômetros de Salvador. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), acidente aconteceu no domingo (8).

Ainda de acordo com a PRF, os corpos ficaram presos nas ferragens, e foi preciso acionar o Corpo de Bombeiros para realizar a remoção. Os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para hospitais da região, entre eles o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana.

g1

22/01/2017