Presídios em Maceió têm tumulto e rondas são intensificadas na região

Caso foi registrado no Cadeião e no Cyridião Durval após transferências. PM e equipe de segurança do sistema prisional reforçam segurança.

Dois presídios em Maceió tiveram princípio de motim na tarde desta segunda-feira (16), após a transferência de 240 presos para o Presídio do Agreste. A Polícia Militar (PM) informou que reforçou o policiamento nos arredores do sistema por conta da confusão.

O tumulto foi registrado na Casa de Custódia da Capital, conhecida como Cadeião, e no Presídio Cyridião Durval, ambos no Complexo Penitenciário de Maceió.

Um funcionário do Sistema Prisional, que não quis se identificar, disse que a confusão começou logo depois da transferência. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen-AL), mas a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Segundo o Sindapen, a confusão foi rapidamente controlada pelos agentes penitenciários que trabalham nas unidades. Um helicóptero sobrevoa o local, e carros do Grupo de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (GERIT/COP) fazem rondas na região.

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, foi feito um reforço no policiamento dos arredores do Sistema Prisional, por conta da confusão.

“Esse é um procedimento que vem sendo adotado desde o início dos problemas nos presídios do país. Nós acionamos outras guarnições que atuam naquela região para fazer rondas sempre que há algum caso de motim ou anormalidade”, explica Sampaio.

Medidas de segurança
De acordo com a Seris, a transferência de 240 presos realizada nesta segunda teve como objetivo evitar motins. Familiares dos detentos chegaram a realizar uma manifestação na entrada do Sistema Prisional, contra esse procedimento.

O governador Renan Filho (PMDB) informou que fez um pedido ao Ministério da Justiça para a transferência de 20 detentos de Alagoas para penitenciárias federais fora do estado.

Na última quinta (12), dois detentos que cumpriam pena na Casa de Custódia, conhecida como Cadeião, que fica dentro do Sistema Prisional, em Maceió, foram achados mortos. Agentes penitenciários encontraram os corpos em módulos da unidade.

g1

16/01/2017