Secretaria do Trabalho qualifica reeducandos para retorno à sociedade

O Governo de Alagoas, por meio das secretarias de Trabalho e Emprego (Sete); Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e Secretaria de Estado de Ressocialização (Seris) certificaram 12 reeducandos do sistema prisional do Estado. A conclusão ocorreu após o projeto Qualificar para Mudar, encerrado no dia 16 de março.

Durante as atividades desenvolvidas no curso, foram utilizados computadores de mesa “Desktop”, todos atualizados no que se refere a hardware (estrutura física), quanto a software (programas instalados), sala climatizada, com quadro branco e TV de Led para projeções de slides. O local dispunha de banheiro masculino e feminino para uso dos alunos, contando com coffeebreak padrão e com o valor de lanche disponibilizado em conta bancária para os alunos, como também vale-transporte ida e volta.

Os alunos foram divididos em duas turmas, sendo a primeira no período matutino das 8 às 12 horas; e a segunda no período vespertino das 14h as 18h. Durante todo curso foram realizadas em sala de aula atividades 100% práticas simulando um ambiente empresarial, onde o instrutor supervisionou todos os alunos, desenvolvendo trabalhos voltados à realidade do mercado.

José Carlos Wanderley, um dos reeducandos contemplados, ressaltou a alegria e o momento especial por estar se formando e recebendo o seu primeiro certificado. “Para mim foi muito importante porque aprendi as técnicas de informática, muito importante porque eu não tinha curso nenhum e agora foi o primeiro curso que eu tive, sendo mais uma oportunidade de integrar a sociedade. Agora eu já tenho um aprendizado a mais e com ele, com certeza, vão surgir novas oportunidades para minha vida”, destacou.

Já o secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Arthur Albuquerque, destacou o trabalho que tem sido desenvolvido pela pasta. “A conclusão dessa turma mostra que estamos colhendo os frutos dessa parceria na qual o governo tem cumprido seu papel em priorizar a inserir a educação profissional em todo o Estado, ofertando oportunidade de dar continuidade aos estudos e dando condições também aos reeducandos de voltarem ao mercado de trabalho, o que vai melhorar a vida desses jovens e também de suas famílias”, disse o secretário.

Para receber a certificação, os estudantes participaram de 120 horas/aulas para cada turma de 10 alunos, nas quais todas as atividades exercidas foram avaliadas de maneira metódica e cuidadosa visando à capacitação e qualificação para desenvolvimento de um futuro trabalho, tendo como resultado o amadurecimento da visão de mercado, buscando consolidação de conhecimentos.

Ascom – 22/03/2018

(Visited 1 times, 1 visits today)