Sistema de rádio digital fortalece Segurança Pública em Alagoas

Em Maceió, serão 12 torres, mas já existem cinco torres em fase de testes; Estado deve implantar cerca de 80

large-2
Projeto de ampliação prevê que até março deste ano, todo o Estado seja integrado.

Maior integração e agilidade nos atendimentos à população. Essa será a nova realidade das ações da Segurança Pública em Alagoas, com a implantação do novo sistema de rádiocomunicação digital. A ferramenta foi apresentada pelo governador Renan Filho, na manhã desta segunda-feira (4), durante o balanço do ano de 2015, divulgado pela da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

Para mostrar a veracidade da moderna ferramenta, o governador realizou um teste, ao vivo, com a imprensa alagoana. O chefe do Executivo estadual concedeu entrevista para duas emissoras, a Rádio Gazeta, com o jornalista Warner Oliveira, e para o programa Fique Alerta, da TV Pajuçara, com jornalista Alberto Lima, enquanto sobrevoava o Complexo Benedito Bentes.

Renan Filho declarou que o moderno sistema deve contribuir muito para o desenvolvimento de Alagoas. Para ele, a novidade ajudará o Estado a se tornar o mais conectado do Nordeste, no que concerne a Segurança Pública, além de facilitar outros avanços, como a interiorização das redes de internet, onde todas as formas de comunicação do Estado serão altamente fortalecidas pela presença do rádiocomunicador digital e, sobretudo, de torres de transmissão, que possibilitarão uma internet em alta velocidade para todo o Estado.

“Se tiver um grande acidente, incêndio ou um crime de homicídio, que precise de reforço imediato, o policial que chegar ao local primeiro, pelo rádio, chama todas as outras viaturas da Segurança Pública ao mesmo tempo. Isso vai facilitar muito, porque atualmente para que isso aconteça, eles ligam para cada um, separadamente, para chamar o reforço, o que impossibilita a eficiência”, explicou.

Ele afirmou que essa é uma das grandes conquistas para o início de 2016, porque a polícia precisa está preparada para responder na velocidade que a sociedade precisa. O governador frisou que o rádiocomunicador será muito importante para que o Estado possa dar continuidade ao trabalho de reduzir a violência neste segundo ano de gestão.

“É uma ferramenta para o Governo saber onde a viatura está toda semana é determinado onde a viatura deve fazer a ronda, mas surgem os questionamentos: será que fazem mesmo? Será que fazem no horário certo? Será que ela está no lugar definido? Essas perguntas a sociedade faz, nós fazemos, e agora com o localizador digital instalado também nas torres, no final do dia vai aparecer a rota que a viatura fez, então não dá mais pra não cumprir o planejado, pra fazer uma outra coisa quando algo mais importante deveria está sendo feito. Isso vai ajudar no planejamento, garantindo que o planejamento seja executado”, esclareceu Renan Filho.

O projeto de ampliação prevê que até março deste ano, todo o Estado seja integrado. De acordo com o governador, atualmente 60% do Estado já está sendo coberto pelo sistema de rádio digital, e que são 2400 rádios, que vão fazer a comunicação entre viaturas, bases e aeronaves, 690 viaturas terão rádios portáteis e 140 serão rádios fixos.

“Só em Maceió serão 12 torres, no momento já existem cinco torres para os testes, e nós vamos implantar cerca de 80 em Alagoas, porque vamos falar com todo o Estado. Nessa primeira etapa estamos fazendo um teste falando com toda Maceió, e a partir de março, todas as viaturas estarão equipadas e vamos ampliar para outros municípios do Estado”, concluiu.

Agência Alagoas

(Visited 56 times, 1 visits today)