Tatuador morre após ser baleado dentro de estúdio no bairro da Jatiúca

Caso foi registrado na tarde desta terça-feira (17); ninguém foi preso. Vítima se preparava para atender clientes quando foi baleada, diz polícia.

Um tatuador morreu após ser baleado na tarde desta terça-feira (17) dentro do estúdio onde trabalhava, no bairro da Jatiúca, em Maceió. De acordo com a polícia, o crime foi cometido por dois homens armados, que conseguiram fugir após o crime. A motivação ainda é desconhecida.

Segundo Ariel Almeida, chefe de operações do 2º Distrito Policial (DP), a vítima ainda foi encontrada pelos policiais com vida, e se apresentou como André Pedroso de Moraes, de 34 anos.

“Nós fizemos uma busca no local, e encontramos um outro documento de identidade, do estado de Santa Catarina, com a foto dele e outro nome: João Vieira de Carvalho. A idade era a mesma que ele nos disse”, relata Almeida.

Uma funcionária do estúdio contou à polícia como ocorreu o crime. “Havia três clientes no local, aguardando atendimento, quando dois homens encapuzados invadiram e começaram a atirar nele. Os suspeitos levaram o celular da vítima e fugiram”, diz o chefe de operações.

Os tiros atingiram o tatuador na região do abdômen e no braço. Ele chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Geral do Estado (HGE).

O chefe de operações do 2º DP informou também que o caso já foi repassado à Delegacia de Homicídios, que dará prosseguimento às investigações.

g1

17/01/2017